Ficamos confusos com o grande número de brinquedos, livros e vídeos oferecidos como a proposta de criar um bebê inteligente. Mas relaxe…Tudo o que seu bebê realmente precisa para desenvolver e aumentar a inteligência, é você.

Conquista acadêmica. Bolsa de estudos da faculdade. Aspirações de ocuparem os melhores cargos ou de se tornarem grandes empreendedores.

Estes costumavam ser os discursos dos pais para seus filhos. As justificativas para escolher as escolas quando pequenos e a interferência na escolha dos cursos universitários.

Hoje, essa conversa está presente em cursos de maternidade, chats e grupos de mães. E um dos focos das conversas, como deixar o bebê mais inteligente e se destacar nos estudos e na carreira.

 “Os pais sempre quiseram o melhor para seus bebês.  Mas agora parece que há realmente uma tentativa muito mais concentrada e mais preocupante em fazer a coisa certa para incentivar o crescimento e desenvolvimento do bebê.

Particularmente o “desenvolvimento do cérebro“, diz Nina Sazer. Donnell, diretor de Estratégias Nacionais para o Sucesso em 6, uma iniciativa de aprendizagem da United Way of America.

As preocupações não são sem mérito. Enquanto uma parte dos 86 bilhões de células cerebrais do bebê são predispostas  no nascimento – principalmente aquelas ligadas à respiração, batimentos cardíacos e outras funções de sobrevivência fisiológica – é durante os primeiros cinco anos de vida que grande parte das conexões essenciais estão vinculada à aprendizagem.

“O que ocorre durante os primeiros cinco anos de vida pode ter um impacto enorme não apenas no desenvolvimento do cérebro do bebê no momento. Mas também em como o bebê aprende e cresce ao longo de sua vida”. Diz Christopher P. Lucas, diretor do serviço de Primeira Infância do Centro de Estudos da Criança da NYU e professor associado de psiquiatria infantil e adolescente na Faculdade de Medicina da NYU.

Embora os especialistas digam que o desenvolvimento do cérebro do bebê ainda é um mistério, o que sabemos é o quão importante é o papel que os instintos parentais naturais, a presença e atenção, podem desempenhar ao colocar seu bebê no caminho mais rápido para o sucesso.

Bebês espertos: confie em seus instintos

Como a sociedade deu origem a um admirável mundo novo de alta tecnologia, os pais em todos os lugares começaram a supor que o aprendizado de alta tecnologia era essencial para que o bebê crescesse e prosperasse.

Nada poderia estar mais longe da verdade.

De fato, uma forma popular de tecnologia inteligente para bebês – vídeos de aprendizagem como o Baby Einstein – recebeu notas baixas em um estudo destinado a avaliar sua eficácia em ajudar o desenvolvimento do cérebro do bebê. A pesquisa, publicada no Journal of Pediatrics , mostrou que não apenas as chamadas ferramentas do cérebro do bebê não são úteis, como elas podem realmente retardar o aprendizado de palavras. O tempo e exposição do bebê a eletrônicos  pode ser bastante prejudicial ao seu desenvolvimento.

Os bebês pequenos precisam experienciar para aprender. Precisam tocar, jogar, apertar, morder para conhecer o mundo!

Precisa da voz carinhosa e confiável de seus pais.

Do colo aconchegante e seguro de sua família.

Do olhar e cheiro que traz conforto.

Por isso, o melhor estimulo e a melhor maneira de oferecer conhecimento para tornar seu filho inteligente é a sua presença, e seu afeto. Suas brincadeiras e aconchego.

O maior investimento para tornar seu filho um SUPER GÊNIO, é o seu tempo e seu abraço.

 

Texto: How to Raise a Smart Baby

 

 

Deixe sua opinião

Olá, gostaria saber mais sobre estimulação infantil?
Powered by