Quais estímulos você oferece a seu filho? Qual seu objetivo?

A pergunta parece óbvia, no entanto,  necessária…em decorrência da qualidade, quantidade e objetivos em que os estímulos estão sendo oferecidos.

Da procura de cursos, quantidade e qualidade dos brinquedos, e da idade e quantidade de tempo em que as crianças permanecem em eletrônicos.

Brincando, mesmo parecendo que não há objetivo (para nós adultos que observamos), ela está aprendendo muito! E o melhor, por isso só. Por suas percepções e por suas vivencias.

Treinamento com atividades repetidas de cores e formas para que a criança “aprenda”, é inútil  e nada saudável. O que ela fará com essas informações? Contar até 100, sem reconhecer os números? Sem saber para o que eles servem? Sem entender sobre quantidade, em uma idade em que ela não está preparada ou tenha maturidade para isso. Para que serve?

O desenvolvimento cognitivo da criança, não precisa ser direcionado o tempo todo para que haja aprendizagem. E não podemos acreditar que apenas as habilidades cognitivas, farão de nossas crianças, pessoas de sucesso no futuro. As habilidades socioemocionais, são tão importantes quanto a cognitiva e motora.

Deixar a criança com “programas de estimulação”, em televisão, tablet e smartphone para desenvolvimento cerebral? Funciona?

Trabalhar suas capacidades e habilidades funcionais não devem ser incentivadas dessa maneira.

Meu filho conhece todas as formas e as encaixa perfeitamente, tem uma excelente coordenação motora e memória… Suas habilidades estão mais desenvolvidas que a maioria das crianças da mesma idade!

Mas sabe colocar a meias? Se alimenta sozinho? Sabe o seu nome e nome dos pais?

Ter conteúdo, sem saber para e como utilizar, não serve para nada. Ter conteúdo sem saber como contextualizar com as demandas apresentas pelo mundo, que proporcionem independência, autonomia e qualidade de vida, não ajudam muito na realidade.

Copiar exercícios e repetí-los, sem definir uma função apropriada, é condicionamento. E a que a criança apenas repete. Mas não irá desenvolvê-la para a vida prática, para ajudá-la a resolver seus problemas ou criar novas situações.

Muita atenção, pais, mães, cuidadores e professores.

Criança não precisa ser treinada! E para isso, a qualidade, variedade e significado do estímulo que você está oferecendo, são essenciais para a construção de conhecimento da criança. Elas precisam brincar!

As crianças precisam de diversidade de tarefas. Conhecer o ambiente explorando, ser incentivada a desenvolver seu raciocínio, pensamento lógico e abstrato. A descobrir brincadeiras, resolver problemas, para dar conta das demandas de sua vida. Fernanda Monteiro

Isso vale para os brinquedos que são oferecidos, o espaço que a criança tem para explorar e a interação entre os filhos e os pais.

Muitas atividades do dia a dia, produzem muito conhecimento e estimulação, precisamos estar atentos e encontrar as oportunidades.

Isso serve para lembrarmos que super proteger, não permitir a criança se frustrar, não dizer “não”, e resolver todos os problemas para ela, não a permite crescer e evoluir.

O método BRINC justifica e apresenta como fazer isso.

Não são exercícios. Quando temos a percepção que tudo é estímulo, e que todo lugar e hora é momento para criar conhecimento, descobrimos como oportunizar momentos e ambientes ricos. Ambientes e momentos que terão interferência positiva no neurodesenvolvimento infantil.

Como você aproveita a hora do banho?

Além de apresentar informações sensoriais, noções como esquema corporal, propriocepção, coordenação motora, independência e muitas outras. Essas informações serão registradas em forma de conhecimento e contextualizadas em outras situações. Por exemplo, para escrita, e para se vestir. Além de estar acontecendo em um ambiente muito propício, com conforto, segurança e afeto. Fortalece vínculo afetivo e desenvolve competências neuropsicomotoras.

Reflita sobre isso e descubras novas oportunidades, divertidas e ricas em significados. Pode acreditar que essas sim, farão a diferença no futuro do seu filho.

Caso precise uma ajudinha para iniciar, as cartilhas de estimulação e o livro Super Gênios, podem te dar um apoio!

Até a próxima!

Deixe sua opinião

Olá, gostaria saber mais sobre estimulação infantil?
Powered by