No post anterior explicamos que, durante o dia existem muitas possibilidades de estimulação. As oportunidades estão por toda parte, em todos os lugares, em todos os momentos. Falamos também sobre 05 momentos que podemos aproveitar para nos divertirmos com as crianças, e que são momentos significativos.

Que precisamos estar atentos a essas oportunidades. E também podemos criar outras tantas.

Todas as atividades que realizamos com nossos bebês e crianças são importantíssimas, principalmente pelo fortalecimento do vínculo.

Isso potencializa o processo de aprendizagem da criança, e das conexões sinápticas (entre os neurônios)

Por isso, vamos, lá!

Mais 05 dicas de estimulação, para aproveitarmos a rotina para estimular e nos fortalecer a relação! Ainda com base em uma entrevista com Alyson Shaw, um pediatra do Hospital Infantil de Otava. Mas com adaptação das atividades pela Stimullus utilizando como base o Método BRINC.

6. Dar um passeio
Há tantas coisas para o seu bebê ver quando você está passeando. Apontar para coisas como o céu, árvores e pássaros, e nomeá-los e impulsionar o desenvolvimento do cérebro do bebê. Usando palavras para descrever o tempo, a temperatura, e os sons.  O ritmo de diferentes terrenos que você está passando: “Esta calçada é irregular, chacoalha, né?” e “A estrada é suave”. Deixe seu bebê voltado para você, ela poderá ver sua boca e suas expressões enquanto você está formando palavras, o que a ajuda a aprender a falar.

7. Hora da refeição

Há um jogo universal que os bebês adoram brincar quando estão no cadeirão: “deixa eu jogar essa colher (ou comida, copo ou brinquedo) no chão e ver o que acontece! Mas não é apenas uma diversão.

É outra chance de aprender sobre a permanência de objetos, diz Shaw.

Ela também está trabalhando em sua preensão em pinça enquanto pega comida com os dedos. Uma habilidade motora fina e muito importante para o desenvolvimento de atividades futuras. Você também pode usar o horário das refeições para ensinar ao seu bebê novos conceitos, como diferentes texturas, cheiros, e descrever a diferença entre quente e frio.

8. Hora de dormir
Muitos pais incluem uma história de ninar como parte da rotina de fim de dia. O que é uma ótima maneira de impulsionar o desenvolvimento do cérebro do bebê. “Tenha tempo, desde o nascimento, para ler ou apenas olhar fotos em um livro”, diz Shaw. “Você não precisa ler uma história do começo ao fim.” A rotina da hora de dormir também é um ótimo momento de ligação. Também pode ser uma canção de ninar. Na qual a mãe, ou o pai, ou um adulto com forte relação emocional cantem uma canção. Sabemos o poder da voz do adulto e da música para desenvolvimento emocional da criança. “Sabemos que quando bebês e crianças têm um apego seguro, eles aprendem melhor”, diz Shaw. Então eles adormecem e o cérebro fica revigorado para outro dia de descoberta e desenvolvimento.

Resultado de imagem para lendo para criança dormir

9. Hora de Brincar

Há também o momento específico de jogos e brincadeiras. Lembrando que atividades como cantar, dançar, desenhar  e ler fazem parte desse momento. Brinquedos criados, de plástico, borracha, madeira…pedagógico, musical ou qualquer tipo de brinquedo. Todos enriquecem o desenvolvimento cognitivo da criança. Quando há a participação de um adulto ou criança, as habilidades sociais também são aprimoradas. É importante o tempo para brincar, criar e se divertir. A liberdade para criar, imaginar e de descobertas, acontecem principalmente nesse momento. Não direcione a brincadeira de seu filho a todo tempo, deixe o livre para inventar. Participe da brincadeira, mas também permita que brinque sozinho. Brincar tem um grande poder de estimular e conectar todas a áreas cerebrais.

10. Independência e autonomia 

Sim, as crianças já podem escolher muitas coisas, trocar de roupa sozinha e ajudar em algumas tarefas. É importante sabermos o que a criança já term maturidade para fazer e incentiva-la a realizar. Dar 3 opções de roupa para uma criança de 2 anos escolher o que ela quer usar para passear, o sabor do sorvete.

Ensiná-la que ao tirar a roupa para o banho, deve colocar no cesto de roupa suja e não deixar jogada no chão. Que após tomar seu suco, pode deixar o copo na pia da cozinha. E guardar seus brinquedos após cada brincadeira. São atividades simples, mas que ensina a criança ater responsabilidade de acordo com a idade e grau de maturidade. Mostra para a criança que cada um tem seu papel e que que quando escolhemos o sorvete de chocolate abrimos mão do sorvete de morango. E assim vamos mostrando como é lidar com escolhas e frustrações, mas com muito amor e de maneira estruturada.

Resultado de imagem para criança guardando brinquedo

Essas são mais algumas dicas de atividades que já estão presentes em nosso dia a dia, em nossa rotina. Apenas devemos estar atentos a esses momentos e aproveitá-los para incentivar, ensinar e estimular nossas crianças.

Toda a base para utilização das atividades de rotina como meio facilitador da estimulação infantil você encontra no livro SUPER GÊNIOS e nos ebooks – Cartilhas de Estimulação.

 

Deixe sua opinião

Olá, gostaria saber mais sobre estimulação infantil?
Powered by