Brincar é fundamental para o desenvolvimento saudável do corpo e do cérebro da criança.  É pela brincadeira que crianças desde muito pequenas se envolvem e interagem no mundo ao seu redor. O brincar permite que as crianças criem e explorem um mundo que possam dominar, à sua maneira e pelas suas possibilidades, conquistando seus medos enquanto assumem os papéis dos adultos, às vezes em conjunto com outras crianças ou cuidadores adultos.

À medida que exploram o mundo pelo brincar,  as crianças podem desenvolver novas competências que levam ao aumento da confiança e à resiliência de que precisam para enfrentar os desafios futuros. 

O desenvolvimento das crianças, também pode ser mediada criticamente por relacionamentos afetivos apropriados com cuidadores amorosos e consistentes, à medida que eles se relacionam com as crianças através do brincar. Quando os pais observam seus filhos brincando ou se juntam a eles em brincadeiras dirigidas a crianças, eles têm uma oportunidade única de ver o mundo do ponto de vista de seus filhos, à medida que navegam em um mundo perfeitamente criado apenas para atender às suas necessidades.

Por isso, entender as fases de desenvolvimento das crianças, pelos pais, educadores e cuidadores,  torna-se importante, para apresentar a maturidade neurológica e emocional da criança.

Desde o nascimento, até os 6 anos de idade, as crianças passam por cinco etapas importantes do brincar. São esses estágios que ensinam às crianças habilidades motoras, desenvolvimento cognitivo, reconhecimento de outras pessoas e habilidades sociais.

 

1.     Brincar solitário

Menos de 2 anos

Com menos de dois anos, os bebês já estão explorando o novo mundo ao seu redor. Eles passam a maior parte do tempo brincando, usando todos os sentidos, tocando tudo ao seu redor, provando tudo o que podem colocar em suas mãos e balbuciando para ouvir sua própria voz. Eles batem, aprendendo a repetição, tentativa e erro. Isso tudo faz parte do aprendizado de habilidades motoras, criando bebês ativos e curiosos.

2.    Brincar paralelo

2 anos de idade

A próxima etapa do brincar é para crianças de 2 e 3 anos. O jogo paralelo é quando a socialização começa. Nesta fase, os bebês brincam um com o outro, mas não interagem. Mesmo que eles não se reconheçam, eles entendem que outros bebês estão ali. Este é o primeiro estágio em sair de si mesmo e perceber os outros.

3.     Brincar imitativo

2-3 anos

Logo após o brincar paralelo, as crianças começam a imitar as pessoas ao seu redor. Eles provavelmente já imitaram seus pais e adultos em suas vidas, mas na fase de brincadeiras imitativas, estão começando a adotar as ações das crianças com a mesma idade. Este é o primeiro sinal externo de reconhecer os outros.

4.     Brincar associativo

3-4,5 anos

Mantendo seus interesses independentes, as crianças brincam juntas. Elas podem reconhecer o que o outro está fazendo e discutir o que estão fazendo um com o outro, mas ainda não estão trabalhando em direção a um objetivo comum. Elas ainda não estão brincado juntas.

5.     Brincar cooperativo

4-6 anos de idade

Finalmente, durante o jogo cooperativo, as crianças começam a trabalhar em direção a um objetivo comum. Elas estão trabalhando juntas ou umas contra as outras, mas definitivamente estão interagindo. Este é o estágio vital é possível observar as futuras habilidades de socialização se formando.

 


bY Abigail Wise http://blog.momtrusted.com/2013/02/06/the-5-important-stages-of-play/

Deixe sua opinião

Olá, gostaria saber mais sobre estimulação infantil?
Powered by